Blog BIO ACS é vida.

GRUPO A CATEGORIA EM 1º LUGAR

Companheiros Participe do nosso Blog e Sejam Bem Vindos !

ACESSOS ONLINE

VISITAS ONLINE

Total de Acessos em Nosso Blog BIO ACS é Vida.

COMUNICAÇÃO

COMUNICAÇÃO

ASSOCIAÇÃO


PISO

PISO
REAJUSTE JÁ

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Secretaria de Saúde promove capacitação aos Agentes Epidemiológicos.

 O Município de Vera-MT está de parabéns.

Os agentes já vêm desenvolvendo um ótimo trabalho, dados demonstra o baixo índice de casos de dengue, disse Técnico em Entomologia José de Oliveira
O treinamento e capacitação foram realizados entre os dias 26 a 30 de setembro e abordaram assuntos como os deveres e disciplina dos agentes de saúde, técnicas de identificação de criadouros do mosquito transmissor da dengue, técnicas de abordagem e visita aos moradores, morfologia e hábitos do vetor da dengue, entre outros temas relacionados aos trabalhos dos agentes e a população.

O trabalho de identificação de criadouros era feito no Polo Regional de Sinop, após treinamento o processo acontece em Vera. Cinco agentes de saúde tornam hábitos à identificação.

De acordo com o Coordenador da Vigilância Epidemiológica, Samuel Raimundo Silva, este treinamento é de fundamental importância para que os agentes possam desempenhar um trabalho mais eficaz nas ações de prevenção à dengue, tendo em vista que estamos iniciando os períodos de chuva e calor, clima adequado para a proliferação do mosquito transmissor da dengue.

A formação foi ministrada pelos Técnicos em Entomologia, José de Oliveira e Benedito Andrade, do Escritório Regional de Saúde de Sinop.

“O município de Vera está de parabéns. Os agentes já vêm desenvolvendo um ótimo trabalho, dados demonstra o baixo índice de casos de dengue. À partir de agora os agentes ficam ainda mais capacitados na identificação de larvas”, anunciou o técnico.

Os agentes estão finalizando o 6º ciclo anual em Vera, com cerca de 16 mil visitas. Neste ano foram registrados três casos de dengue, entre os meses de janeiro e fevereiro.

Para mais informações entre em contato com a Secretaria Municipal de Saúde, pelo telefone (66) 3583-1214.

Fonte: Patrícia Pacheco

Agentes Comunitários de Saúde denunciam atraso de reajuste em seus salários.




Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) de Sena Madureira-AC entraram em contato com S24 para denunciar que a prefeitura não está repassando o reajuste que a categoria tem direito a receber. Indignados com a situação os agentes buscam através de levantamento de provas documentais (contracheques) uma possível ação junto ao Ministério Público Federal.
  
A reclamação dos (ACS) é referente ao retroativo de julho, já que o aumento aconteceu no mês de maio deste ano e até agora a prefeitura de Sena não repassou nem um centavo para os agentes.
Segundo o Raimundo Verçosa (ACS) do 2º Distrito, todo mês acompanha através do site do Ministério da Saúde o repasse que o governo federal envia à prefeitura municipal.
“O fato é que os agentes comunitários de saúde de Sena estão sendo lesados em seus direitos e nós não vamos ficar calados”. Desabafou.   


FONTE: SENA 24 HORAS

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

BIO ACS, seu Blog e Companheiros de Paulista-PE Confirma Presença na Mobilização em Brasília.

Após mais Episódio em Paulista-PE, Onde o Prefeito do Município disse que ia liberá 35 Passagens de Avião de ida e volta com diárias para AACSP - Associação dos Agentes Comunitário de Saúde do Paulista, Onde 04 passagens seria para os Diretores e 31 para sorteio entre os Associados onde eu BIO ACS, fui um dos sorteados onde falei na postagem anterior:

35 ACS DE PAULISTA-PE VÃO PARA MOBILIZAÇÃO EM BRASÍLIA.

Foram canceladas as 31 passagens que foi sorteada para os Companheiros e a Categoria saiu prejudicada, Isso mesmo prejudicada, onde 31 Guerreiros deixaram de ir a Brasilia para nossa Mobilização em Pró do Nosso piso, por causa de uma oposição Burra.

- Pois digo quando uma porta se abre em nosso favor, Não devemos fecha la e sim abri-la mais.

Mais como os bons guerreiros não desiste nunca, fomos em busca dos Companheiros da Diretória do SINDACS-PE, e fomos bem recebidos e vamos Viajar juntos com eles.


DIANTE MÃO QUERO AGRADECER A DIRETÓRIA DO SINDACS-PE, POR NOS RECEBER E NOS APOIAR, POIS UM SINDICATO SE FAZ ASSIM, JUNTO COM A CATEGORIA.

- QUERO PEDIR AOS COMPANHEIROS QUE NÃO VÃO A BRASÍLIA, QUE PEÇA A DEUS POR NOSSAS  VIDAS E  DE NOSSOS FAMILIARES  E QUE POSSAMOS VOLTAR DE POSSE DE VITÓRIA.

- QUERO  DESEJAR BOA VIAGEM À TODOS COMPANHEIROS DO BRASIL QUE ESTÃO INDO A BRASÍLIA  E QUE DEUS NOS LEVE E NOS TRAGA EM PAZ E DE POSSE DE VITÓRIA.

BIO ACS

DIZENDO A VERDADE
DOA EM QUEM DOER.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

MAIS SAÚDE PARA OS AGENTES DE SAÚDE.

No dia 16 de Setembro, a Secretária Municipal de Saúde lançou o Programa Cuidando do Cuidador, em todas as unidades de saúde do município.
 
O Programa é focado para atender os Agentes de Saúde, que vão passar por avaliação médica, psicológica, nutricional, saúde bucal e realização de preventivo dentre outros cuidados.
 
Na Unidade de Vida Nova Caji, serão avaliados 29 agentes, a partir das 8h. A ideia é promover qualidade de vida e prevenção de doenças. Serão atendidos cerca de 250 profissionais.

Esta é mais uma ação do Programa Saúde da Família, da Secretária Municipal de Saúde de Lauro de Freitas-BA.
 
As Unidades de Saúde do município ficarão responsáveis por uma área de atendimento, pautadas em três pilares: prevenção, promoção e reabilitação.
 
Em casos de dificuldade no deslocamento, a equipe médica também faz atendimento em domicílio. Com os resultados das ações do Programa, será possível fazer um mapeamento dos problemas de saúde em cada comunidade.

Segundo a dentista Vera Lúcia Góes, dar atenção àqueles que representam a população é um passo muito importante para estabelecer um elo recíproco com a comunidade. “Me sinto importante, realmente especial.
 
A gente só faz cuidar do povo, mas também temos dificuldades quando precisamos de atendimento.
 
Esta ação é uma maneira de fazer justiça”, comemora a Agente Comunitária Eliana Brandão.

De acordo com a médica Fernanda Guimarães, doenças crônicas como hipertensão, diabetes e parasitoses intestinais são alguns dos problemas mais apresentados pelos pacientes que procuram a Unidade de Saúde do Caji. Para a psicóloga Luciana Fromming, casos de depressão, ansiedade, violência doméstica e dependência química estão entre as principais ocorrências. “É fundamental que os agentes estejam preparados e saudáveis para poder enfrentar as adversidades de alta complexidade que eles encontram pela frente”.

Fernanda também chama atenção para a Roda de Terapia Comunitária, que acontece todas as quartas a partir das 9h, na Unidade de Saúde do Caji, em Vida Nova, criada para que as pessoas possam compartilhar suas histórias e aprender através da lição de vida dos outros.

 
 
PARABÉNS AOS GESTORES DA Secretária Municipal de Saúde de Lauro de Freitas-BA. PELO PROGRAMA, QUE POR SINAL É DE SUMA IMPORTANCIA PARA NOSSA CATEGORIA EM TODO BRASIL QUE  É TÃO CARÊNTE DE SAÚDE, POR INCRIVEL QUE PAREÇA.
 
BIO ACS

AGENDA OFICIAL DA CONACS PARA 1ª VIGÍLIA NACIONAL EM PROL DO PISO SALARIAL E PCCR DOS ACS E ACE


27/09
Imprimir
DIA 03 DE OUTUBRO

08:00h às 13:00h – Montagem de Acampamento (LOCAL – Parque Sarah Kubitschek, Eixo Monumental Sul, Bloco “A”, entrada 01, Estacionamento “13” – PARQUE DAS CIDADES)
14:00h às 18:00 h – Mobilização na Esplanada dos Ministério (adesivaço, panfletagem, e afixação de faixas e cartazes etc)
20:30 h – Assembléia e Apresentação Cultural ( LOCAL –Acampamento dos Resistentes. Obs sugestão do nome do acampamento deverá ser aprovado em assembléia)
DIA 04 DE OUTUBRO
 10:00h às 13:00h – Seção Solene em comemoração ao dia nacional dos ACS – Auditório da Câmara de Deputados (entrada restrita pela limitação de espaço – cadastro de participantes deverão ser entregues à Coordenação da CONACS e obedecerá a representatividade dos Estados e o número de pessoas por caravana presentes na Mobilização. Maiores informações pelo e-mail: conacs2011@hotmail.com ou celular 62 9949-8365)
13:20h às 14:50h – Marcha ao Palácio do Planalto com os ACS e ACE e parlamentares  membros da Frente Parlamentar em defesa dos ACS e ACE
15:00h às 18:00h –  (Horário para deliberar sobre o resultado da Marcha e a proposta de leitura do relatório final do Relator da Comissão Especial)
20:30 h – Assembléia e Apresentação Cultural ( LOCAL – Acampamento dos resistentes)
DIA 05 DE OUTUBRO
 08:00h às 13:00h – Audiência Pública no Senado Federal (Coordenação da Comissão de ACS e ACE ligados a CNTSS)
14:00 às 17:00h – Mobilização dos Líderes de Partido e parlamentares para a aprovação do PL que regulamenta a EC 63/10
18:00 h - Encerramento - Assembléia Geral e relatório das Atividades

FONTE: CONACS

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

BLOQUIEI 5 IP`S DE UM COMPANHEIRO QUE USAVA NOMES DIFERENTES PARA ESTÁ FALANDO BESTEIRAS.

COMPANHEIROS DE TODO BRASIL, PEÇO-LHES QUANDO DEIXAREM MENSAGENS EM NOSSO BLOG, SEJAM VERDADEIROS E RESPEITE OS COMPANHEIROS E LEITORES.

POIS BLOQUIEI 5 IP`S DE UM COMPANHEIRO QUE USAVA NOMES DIFERENTES PARA ESTÁ FALANDO BESTEIRAS.
 

AGRADEÇO A ATENÇÃO E COMPREENÇÃO,
POIS PARA TERMOS UNIÃO TEMOS QUE TER OPINIÃO E EDUCAÇÃO.


BIO ACS

FALANDO A VERDADE
DOA EM QUEM DOER.

Comissão sobre Piso dos Agentes de saúde ouve Ministérios.

Comissão sobre agentes de saúde ouve ministérios  




A comissão especial que analisa a definição de um piso salarial nacional para agentes comunitários de saúde e de combate a endemias se reúne para discutir a proposta com representantes dos ministérios do

Planejamento, da
Saúde e da
Casa Civil.

Também foram convidados representantes da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde (Conacs).


O debate foi proposto pelos deputados Romero Rodrigues (PSDB-PB) e Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE).


A comissão especial foi criada para avaliar o Projeto de Lei 7495/06, do Senado, que regulamenta as atividades dos agentes e cria cargos na Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Diversas outras propostas tramitam em conjunto, como o PL 6111/09, que define o piso nacional da categoria em R$ 930 mensais para profissionais com formação em nível médio.


A Emenda Constitucional 63, de fevereiro de 2010, estabelece que uma lei federal definirá o regime jurídico, o piso salarial nacional, as diretrizes para os planos de carreira e a regulamentação das atividades de agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias. Segundo essa emenda, caberá à União prestar assistência financeira complementar aos estados e aos municípios para o cumprimento do piso salarial.


A comissão avalia os resultados dos seminários que realizou em diversos estados.


FONTE:  PB Agora.

Experiências da atenção básica aproximam Ceará de Cuba.

O Pioneirismo do Ceará na estratégia Saúde da Família, implantada em 1994 e replicada no Brasil inteiro, e a estadualização em 2008 dos Agentes Comunitários de Saúde, incorporando nove mil ACSs na folha de pagamento do governo do Estado foram destacados pelo secretário da saúde do Ceará, Arruda Bastos, na reunião da missão brasileira em Havana, capital de Cuba, com o ministro da saúde pública, Roberto Morales Ojeda.

Segundo Arruda Bastos, “a semelhança entre os dois países fica muito evidente quando se conhece de perto e compara as experiências”. Ele integra a missão do Ministro da Saúde do Brasil, Alexandre Padilha, em Cuba desde quinta-feira, 22, para reforçar e ampliar as parcerias de cooperação bilatreral, envolvendo pesquisa, desenvolvimento e produção de medicamentos.

No caso do Ceará, para captar conhecimentos e parcerias voltados para polo tecnológico de saúde a partir da instalação da unidade da Fiocruz no Estado.

Com esses objetivos, o secretário acompanhou a missão brasileira em mais dois ministérios cubanos: Ministério da Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente e Ministério do Comércio Exterior e Investimento Estrangeiro. Visitou ainda dois centros de ciência e saúde: Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia e o Centro de Imunonologia Molecular.

Neste, com uma área de 15 mil metros quadrados e 830 trabalhadores, a missão brasileira conferiu a produção de vacinas contra várias doenças, entre elas hepatites, e de medicamentos de alta complexidade para tratamento de câncer, anemia e outras enfermidades graves e crônicas e ainda para uso de pacientes transplantados.

As universidades também entraram no roteiro da missão. Os brasileiros visitaram a Escola Latino-Americana de Medicina de Cuba, com reunião com o reitor Juan Carrizo, e 31 estudantes cearenses.

A ELAM recebe estudantes de toda a América Latina, com o objetivo de fazê-los retornar, já formados, às suas comunidades de origem, para atuar como médicos.

Os estudantes são bolsistas do governo cubano, com garantia de material didático, moradia e alimentação.


Fonte: Sesa

PREFEITURA CONVOCA AGENTES DE SAÚDE APROVADOS.

A Prefeitura de Maracanaú-CE está convocando 65 Agentes Comunitários de Saúde aprovados no processo seletivo, realizado e homologado em 2010.

Os candidatos terão até o dia 25 de outubro para se apresentarem na Secretaria de Recursos Humanos e Patrimoniais – no Centro Administrativo - Avenida II, nº 150,  Conjunto Jereissati, no horário das 8 às 14 horas.

A lista dos convocados está disponível no Portal da Prefeitura de Maracanaú – http://www.maracanau.ce.gov.br/.

Os interessados encontram, ainda, a relação de documentos e exames necessários para a apresentação. (PC)

Baixe aqui o Anexo I

Baixe aqui o Anexo II


FONTE: PREFEITURA DE MARACANAÚ.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

ENCAMINHAMENTOS PARA A APROVAÇÃO DO PISO SALARIAL DOS AGENTES DE SAÚDE.






PARCERIA COM A CUT
 
Nos últimos dias a CONACS, tomou algumas decisões muito importantes, entre elas, a já anunciada parceria com a CUT. Essa ação ocorreu por força da fragilização financeira da CONACS para manter sozinha a estrutura da Mobilização dos dias 03, 04 e 05 de outubro e principalmente pela proposta de união de forças em prol da aprovação do Piso Salarial Nacional dos ACS e ACE. A reconhecida força política da CUT, renovam nossas forças e dão certeza que essa parceria será fundamental para o êxito da 1ª Vigília Nacional em apoio ao Piso Salarial e o PCCR dos ACS e ACE.
É válido ressaltar que essa parceria a princípio é para a realização da Mobilização de outubro e foi colocado como condição pela CUT a unificação das agendas da CONACS e da CNTSS, fato que deverá acontecer desde já, pois a presidente da CONACS, Ruth Brilhante assinou na semana passada ofício em conjunto com representantes da CUT e da CNTSS, solicitando audiência com o Ministro Gilberto Carvalho, Secretario Geral da República, a fim de tratar de assuntos pertinentes à 1ª Vigília Nacional em apoio ao Piso Salarial e o PCCR dos ACS e ACE e o encaminhamento do PL do Executivo para regulamentação da EC 63/10.
PROPOSTA DE TEXTO PARA RELATÓRIO FINAL DO PL DE REGULAMENTAÇÃO DA EC 63/10.
É de conhecimento geral que desde o ano passado, a CONACS em face das negociações mantidas com o Governo Federal, apresentou uma proposta de escalonamento de implantação do Piso Salarial Nacional dos ACS e ACE. De início, essa proposta trazia um escalonamento até 2012 e valores que imaginávamos atender as pretensões da categoria. Hoje, por força da mudança das condições de negociação, a CONACS apresentou nos Seminários Estaduais realizados pela Câmara de Deputados a proposta de escalonamento do Piso Salarial Nacional até 2015, sendo esta proposta, a que mais trouxe consenso político e apoio para a aprovação, defendida não só pela categoria como por todos os parlamentares e vários gestores estaduais e municipais.
Para melhor esclarecer essa proposta, passamos ao resumo do texto proposto pela CONACS ao relator da Comissão Especial:
VALOR PROPOSTO DO PISO SALARIAL
2011 – R$ 750,00
JANEIRO/2012 = R$ 750,00 + REAJUSTE DO SALÁRIO MÍNIMO (INPC+PIB)
JANEIRO/2013 = (VALOR DO PISO DE 2012 + REAJUSTE DO SALÁRIO MÍNIMO (INPC+PIB)) + 10,4%
JANEIRO/2014 = (VALOR DO PISO DE 2013 + REAJUSTE DO SALÁRIO MÍNIMO (INPC+PIB)) + 10,4%
JANEIRO/2015 = (VALOR DO PISO DE 2014 + REAJUSTE DO SALÁRIO MÍNIMO (INPC+PIB)) + 10,4%
=
2 SALÁRIO MÍNIMOS
A proposta acima, portanto, assegura que independentemente do índice de reajuste fixado para o salário mínimo, nos anos de 2013, 2014 e 2015, o piso salarial dos ACS e ACE ao final do escalonamento será equivalente a 2 salários mínimo.
 Para melhor compreensão, passamos a fazer uma exemplificação prática do que seria em valores reais o Piso Salarial, considerando que o salário mínimo nacional seja reajustado nos próximos anos em média 13%:
2012 = R$750,00 + 97,50 = R$ 847,50
2013 = (R$ 847,50 + 110,17)+10,4% = R$ 1.057,27
2014 = (R$1.057,27+ 137,47)+ 10,4% = R$ 1.318,99
2015 = (R$ 1.318,99 + 171,46)+ 10,4% =R$ 1.645,46  (2 SALÁRIOS MÍNIMOS de 2015)
A CONACS propôs aos representantes da CNTSS a unificação das nossas propostas para o Piso Salarial, que deverão ser apresentadas à Presidente da República durante a 1ª Vigília Nacional em apoio ao Piso Salarial e o PCCR dos ACS e ACE. 
 
FONTE:  CONACS

35 ACS DE PAULISTA-PE VÃO PARA MOBILIZAÇÃO EM BRASÍLIA.

Ontem, No Auditório da Secretaria de Saúde do Paulista ouve o sorteio de 31 passagens de Avião com Diárias de 03 dias para os ACS- Agentes Comunitários de Saúde, Associados da AACSP- Associação dos Agentes Comunitários de Saúde do Paulista irem à Brasília nos dias 03, 04 e 05 para Mobilização em Pró do Piso Nacional dos Agentes de Saúde.

Segundo a Diretória da Associação na pessoa da Companheira ACS Célia Lopes,  O Prefeito do Paulista Yves Ribeiro, doou 35 Passagens de Avião de ida e volta para Brasília e com 3 diárias cada.

Onde 04 Passagens seria para os Diretores da Associação, Maiza Martins, Gilson, Marlene Freitas e Célia Lopes e 31 Passagens para sorteio com os Associados da Associação, o qual foi feito na presença de alguns funcionários da Atenção Básica, Srº Ramos Diretor Financeiros e alguns Agentes Comunitários de Saúde representando seu território.

Após o sorteio ligava-mos para o Associado Sorteado para confirmação de disponibilidade para viagem, quando o associado não tinha a disponibilidade, era feito um novo sorteio para um outro Associado.


OBS:  EU, BIO ACS  FUI UM DOS SORTEADOS,
           AGUARDEM NA PRÓXIMA POSTAGEM
           A LISTA COMPLETA COM NOME DOS
           ACS CONTEMPLADOS.

           BIO ACS

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

CNTSS, CUT e CONACS se reúnem e definem mobilização conjunta.


União das entidades será a marca da mobilização dos Agentes em outubro

Da direita para esquerda: Drª Elane, Ruth Brilhante, Pedro Armengou, Lara e Fernando

CONACS, CNTSS e CUT se reúnem para definir mobilização dos Agentes em Brasília.
A reunião aconteceu no dia 15 de setembro, na sede da CUT nacional em Brasília e contou com a participação do secretário nacional de organização da CUT, Jacy Afonso, o Coordenador dos trabalhadores do serviço público da CUT, Pedro Armengou, Fernando Cândido, Diretor da CNTSS, Ruth Brilhante, Presidente da CONACS, Drª Elaine, assessora jurídica da CONACS e a agente Marina Lara do Estado do Mato Grosso do Sul.
A reunião teve o objetivo de definir ações conjuntas das entidades – CNTSS\CUT, CONACS- para o início de outubro em Brasília, visando o fortalecimento da luta em favor da regulamentação da EC-63, que dispõe sobre o piso salarial nacional e Plano de Carreira dos ACSs e ACEs.
Jacy Afonso ressaltou que as duas entidades o procuraram para pedir o apoio logístico (banheiros químicos, tendas, trio elétrico, cadeira, etc.) e político da CUT para a referida mobilização, no entanto, para o secretário nacional de organização da CUT, não teria sentido o apoio se não houvesse a unificação da luta, pois a pauta é comum. Pedro Armengou, afirmou que a CUT deliberou em reunião apoio a nossa luta, portanto precisávamos definir um calendário de atividades que contemplasse as demandas das duas entidades. Na visão do Fernando Cândido, diretor da CNTSS, bem como na opinião da Presidenta da CONACS, Ruth Brilhante o momento é de união e a soma de forças beneficiará a categoria. Como encaminhamento foi combinado a seguinte programação unificada das entidades:
Dia 04 de outubro, às 8h – Concentração na esplanada dos Ministérios (estrutura montada com Banheiros químicos, Cadeiras, tendas, trio elétrico)
Dia 04 de outubro, às 10h -Sessão Solene na Câmara dos Deputados em homenagem a dia Nacional do Agente;
Dia 04 de outubro, às 14h – Caminhada ao Palácio do Planalto;
Dia 04 de outubro, às 17h – Plenária para informes e encaminhamentos na estrutura montada na esplanada dos ministérios e término das atividades do dia.
Dia 05 de outubro, às 09h – Audiência Pública no Senado
Dia 05 de outubro, às 13h – articulação com líderes das bancadas
Observações:
1 - No dia 04 às 14h, simultaneamente a caminhada ao palácio do planalto ocorrerá reunião da comissão de analise do projeto de lei 7495, portanto foi definido que aproximadamente 300 ACSs e ACEs participaram da reunião;
2 – A CONACS manterá sua agenda para o dia 03 de outubro, ficando a mesma responsável em informar suas bases o cronograma de atividades para este dia;
Por fim foi encaminhado um ofício, subscrito pela CUT, CNTSS e CONACS solicitando uma audiência com o Ministro Gilberto Carvalho, da secretaria da Presidência da República.
FONTE: SINDACS-AL
 
SEMPRE VOU DEFENDER ESSA UNIÃO EM PRÓ DA CATEGORIA, POIS A CATEGORIA DEVE ESTÁ SEMPRE EM PRIMEIRO LUGAR.
 
 
BIO ACS.
 
 

Câmara aprova regulamentação da EC 29.


 

Texto define o que é ou não gasto em saúde pública pela União, estados e municípios. PL vai ao Senado
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (21), a regulamentação da Emenda Constitucional 29.
A medida segue agora para análise do Senado.

Para o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, “a regulamentação trará maior transparência nos investimentos do poder público e permitirá uma correta fiscalização no setor”.

Na última terça-feira, Padilha participou de reunião da comissão especial da câmara para discutir a regulamentação da emenda.
No encontro, o ministro apresentou medidas adotadas pelo ministério para combater o desperdício de recursos públicos e ampliar o atendimento à população.

Em seu discurso, Padilha chamou atenção para a retirada dos recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) da base de cálculo dos recursos a serem destinadas aos investimentos em saúde dos. “Da forma que o texto está, tem que ser corrigido no Senado, porque sabemos que a saúde pode perder R$ 6 bilhões”, disse.
FONTE:  JORNAL DO ACS NI.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Agente de Saúde recebe moção de aplauso da Câmara de vereadores.


O trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde é de suma importância não só em Jaraguá-GO como em todo Brasil, são eles, os responsáveis no contato com os pacientes, onde são visitados em suas residências e acompanhandos até ao tratamento médico. O vereador Daniel Sardinha (PDT), apresentou moção de aplauso a Agente de Saúde, Sra. Géssica da Graças pelos relevantes serviços prestados à sociedade.

Com muito trabalho pela frente e pouco reconhecimento por parte das autoridades, os agentes de saúde desenvolve um grande trabalho em prol da saúde pública, visitando os lares em suas respectivas áreas, os mesmo conhece bem cada morador de sua região, os problemas diversos dos mesmos e sua s necessidades diárias.

A Sra. Géssica das Graças, simboliza a pureza e a honestidade desenvolvido em seu trabalho diário, em sua pessoa, são representados nesta Moção de Aplausos, todos os demais agentes de saúde de Jaraguá que, diariamente estão nas ruas com sol ou chuva trabalhando exaustivamente pela comunidade.

Este é um reconhecimento do Vereador, Daniel Sardinha, e do site Jaraguá Notícia.


FONTE:  Jaraguá Notícia.

Prefeito presta homenagem durante entrega de uniformes aos Agentes de Saúde.

21/09/2011 às 11h09min
A prefeitura municipal de Batalha-PI, por meio da secretaria municipal de saúde realizou na manhã desta terça-feira (20), a solenidade de entrega dos novos uniformes aos agentes comunitários de saúde, agentes de endemias, e agentes de vigilância sanitária, com esta iniciativa a prefeitura municipal tem em vista a padronização dos uniformes desses agentes, dando a estes uma melhor identificação e maior credibilidade em seu trabalho. Foram entregues aos agentes de saúde e endemias 84 kits contendo: 2 camisas, 2 calças compridas, 1 chapéu, e um protetor solar e aos agentes de vigilância sanitária foram entregues 3 kits contendo: 1 bata e 1 camisa.

“E com grande satisfação que estamos aqui cumprindo o compromisso de estar entregando o novo fardamento a todos os agentes. Vejo o trabalho do agente comunitário de saúde sendo um papel fundamental dentro das equipes de PSFs”. Disse Jacqueline Melo, que finalizou agradecendo a presença de todos.

Na ocasião o prefeito Amaro Melo, prestou uma homenagem pelos relevantes serviços prestados ao município a agente de saúde Helena Batista Lima Santos, falecida no último dia 24/agosto. Entregando uma placa de honra ao seu esposo Edmilson da Silva. E disse que a saúde começa com os agentes comunitários de saúde e de endemias. O gestor falou ainda da construção da UBS da localidade Cacimbas II, que está em fase final, e que será referência para toda região.

Estiveram presentes na solenidade: o prefeito Amaro Melo, vice-prefeito Adão de Araújo, primeira dama Ângela Freitas Melo, Sec. De saúde Jacqueline Melo, Sec. De esporte e lazer Prof. Nato, vereadora Fátima Machado, diretora do hospital Messias de Andrade Melo Maria de Jesus Carvalho.


Fonte: Ascom Prefeitura

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Comissão Especial da Câmara debate criação de piso salarial de agentes comunitários de saúde em Rondônia.

Ji-Paraná recebe na sexta-feira, 23, agentes comunitários de saúde de todo o estado de Rondônia para debater o PL-7495, de 2006, que trata de regulamentar artigos da Constituição e instituir o Piso Salarial Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias. A iniciativa é do deputado Padre Ton (PT-RO), que teve requerimento aprovado para esta finalidade na Comissão Especial instituída no início de junho na Câmara dos Deputados para debater a matéria e definir redação da lei. Ele faz parte do grupo. 

“Queremos reunir o maior número possível de agentes comunitários de saúde. A organização trabalha com a participação de pelo menos 400 pessoas, no campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO). Ao PL 7495 foram apensados cerca de 18 projetos de lei que versam sobre diversos interesses dos agentes de saúde, tratando inclusive do regime jurídico, regulamentação das atividades e plano de carreira das duas categorias”, afirma o deputado.

Está confirmada no seminário a presença do relator da Comissão Especial, deputado Domingos Dutra (PT-MA), que em diversas regiões do país tem promovido audiências para aprofundar o assunto.
Segundo o presidente da Federação Rondoniense dos Agentes de Saúde, Joel Sena Dutra, em Rondônia atuam cerca de 3 mil agentes de saúde, mas o ideal seriam 4.185 para oferecer uma cobertura de 100% nas regiões do estado. Existem 271 equipes de trabalho implantadas, mas o ideal seriam 623. “Os municípios precisam contratar mais gente”, diz Joel.

Sobre o salário, Joel diz que a “briga” dos agentes hoje é instituir ao menos um piso equivalente a dois salários mínimos. “O governo federal repassa hoje 1,4 mínimo. Queremos chegar pelo menos a dois”, declara. 

A categoria quer instituir o piso para acabar com as disparidades de salário existentes em todo o Brasil. Dentro do próprio estado de Rondônia existem diferenças salariais. Em Presidente Médici, segundo Joel, o agente recebe R$ 545 do mínimo, mais a insalubridade, o salário família e anuênio, totalizando aproximadamente R$ 670, enquanto em Machadinho e Vale do Anari recebem apenas R$ 545.

Governador

O governador Confúcio Moura confirmou ao deputado Padre Ton sua participação na abertura do evento, para o qual foram convidados secretários municipais de Saúde; membros dos Conselhos Municipais de Saúde; deputados estaduais; deputados federais; Conselho Estadual de Saúde; prefeitos; presidente da Associação Rondoniense de Municípios, Arom, prefeito Laerte Gomes; assessora jurídica da Confederação dos Agentes Comunitários de Saúde, Elane Alves; presidente da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde (Conacs), Ruth Brilhante; Presidente da Federação Rondoniense dos Agentes de Saúdes de Rondônia – FERAS, Joel Sena Dutra; Câmaras Municipais de Vereadores e secretário de Estado da Saúde Orlando Ramires. 

Mara Paraguassu – Assessoria de Imprensa


FONTE: O Cone Sul

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

SINDACSPA-PE USA DE MENTIRAS.






APÓS EU BIO ACS PUBLICAR EM NOSSO BLOG ESSA POSTAGEM SOBRE A COMPANHEIRA ACS VERÔNICA, ONDE A FONTE  FOI DO BLOG A VOZ DO ACS DE PAULISTA-PE DO SINDACSPA-PE.
A COMPANHEIRA VERÔNICA NEGOU TUDO E DEIXOU ESTÁ MENSAGEM ABAIXO !

Por acs veronica

Caro amigo Bio, de onde saiu esta notícia?
Que cargo estou exercendo neste sindicato, pois não fui informada deste acontecimento.
Esta foto foi tirada no dia 09/09/11 numa reunião que não aconteceu por falta de córo,eu e minha colega Aldenice pedimos o formulário de sócio e foram tiradas algumas fotos...Peço aos colegas apressados que não é assim que se faz um diretor gostaria de ser respeitada, e continuar respeitando seu blog amigo Bio.


COMPANHEIRA ACS VERÔNICA QUERO LHE PERDI DESCULPA PELA IRRESPONSABILIDADE DA DIRETÓRIA DO SINDACSPA-PE.
POIS DESSE JEITO ELES NÃO PODEM SER A VOZ DO ACS NUNCA, EM LUGAR NENHUM, POIS NÃO PODE SE BRINCAR COM COISA SÉRIA !

QUERO AQUI TAMBÉM DIZER A TODOS OS AGENTES DE SAÚDE DE PAULISTA-PE E DE TODO BRASIL, QUE EU, BIO ACS NÃO FAÇO PARTE DESTE SINDICATO NEM COMO SÓCIO E TÃO POUCO COMO DIRETOR.

BIO ACS.

DIZENDO A VERDADE DOA
EM QUEM DOER.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Concurso da Prefeitura de Chã Grande-PE, Ultimos dias para Inscrição.

Nível fundamental: eletricista, motorista “AD”, copeiro, zelador, vigilante, auxiliar de serviços gerais e coveiro.

Nível médio/técnico: professor de informática, técnico de raio x, técnico laboratorial/patologia, técnico em enfermagem, técnico de imobilização, técnico de controle interno, operador de micro – hardware, auxiliar administrativo , agente comunitário de saúde e guarda municipal.

Nível superior: médico (anestesista, endocrinologista, auditor, gastroenterologista, ginecologista – citologista, oftalmologista, ginecologista – colpocopista, otorrinolaringologista, plantonista,ortopedista e psiquiatra), psicólogo, analista de sistema, ultrassonografista, farmacêutico, fisioterapeuta, assistente social, biomédico, nutricionista, agrônomo, advogado,secretário escolar, professor (letras, educação física, matemática, história, música, ciências e geografia).

Inscrição concurso Chã Grande 2011

Inscrições até 16 de setembro de 2011
As inscrições para o concurso de Chã Grande serão recebidas no período de 15 de agosto a 16 de setembro de 2011 no posto de inscrição, localizado na Rua Joaquim José de Miranda, 40, Centro, e também através do site da Acaplam concursos – www.acaplam.com.br  até 18 de setembro.

A taxa varia de R$ 40,00 a R$ 70,00.

Provas

A prova objetiva será no dia 23 de outubro.

Os local da prova constará no Cartão de inscrição que será disponibilizado a partir de 05/10/2011 até o dia 22/10/2011.

O concurso público de Chã Grande será válido por 02 (dois) anos , podendo ser prorrogado por igual

período. Edital

FONTE:  CONCURSOS PÚBLICOS 2011.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

CONSELHEIROS DE SAÚDE ESTÃO SENDO CAPACITADOS.

Cerca de 40 conselheiros municipais e distritais de saúde do Recife-PE. estão participando, nesta quarta (14) e quinta-feira (15), da Capacitação em Gestão Pública realizada pela Escola de Contas Públicas do Tribunal de Contas de Pernambuco.

O Conselho Municipal de Saúde (CMS-Recife) está promovendo o evento, no Centro de Formação Profissional Professor Paulo Freire, na Madalena, com o intuito de oferecer conhecimentos técnicos qualificados para o bom exercício do controle social na saúde.

Entre os temas abordados na manhã e tarde desta quarta-feira (14), estão a Lei Federal de Licitações nº 8.666/93; a Lei do Pregão nº 10.520/2002; os princípios da Administração Pública e as atividades dos tribunais de Contas, do Ministério Público, da Câmara dos Vereadores, do Controle Interno (instrumento mais recentemente implantado, em 2009); e o Controle Social.

O instrutor do curso, João Robalinho, destacou a importância da participação do Controle Social na fiscalização da implementação das políticas públicas, através da sociedade civil organizada, para o maior aproveitamento dos recursos públicos e maior benefício e usufruto da população.

Até esta quinta (15) serão abordados temas como as modalidades de licitação (concorrência, tomada de preço, convite, concurso, leilão e pregão) e ainda o papel dos integrantes do Controle Social perante questões apresentadas por características na gestão pública, como o Patrimonialismo e a excessiva utilização de linguagem técnicas, principalmente em contratos de serviços e aquisição de bens móveis e imóveis.


FONTE:  SUA CIDADE

AGENTES DE SAÚDE FAZEM PROTESTO EM BRASÍLIA.

As vias do Eixo Monumental interditadas devido à manifestação dos agentes comunitários de saúde foram liberadas no início da tarde desta quarta-feira (14/9).

A categoria fechou o trânsito em frente ao Palácio do Buriti em Brasília durante a manhã.

De acordo com a Central Integrada de Atendimento e Despacho (Ciade) da Polícia Militar, às 13h40 apenas uma via estava fechada, para que os manifestantes pudessem deixar o local. Por volta de 14h, o trânsito voltou a fluir normalmente.

Apesar do enorme congestionamento no trânsito da região, apenas dois acidentes leves foram registrados, um próximo ao Centro de Convenções Ulysses Guimarães e outro em frente ao Tribunal de Contas.

Entenda

Cerca de 200 agentes comunitários de saúde protestaram em frente ao Buriti para pedir o cumprimento dos acordos feitos com o secretario de saúde, Rafael Barbosa, que incluem itens como a prorrogação dos prazos do último concurso para agente. Além disso, eles querem a elaboração de um projeto de lei, que garante gratificações aos profissionais.
E o protesto deve se intensificar a partir de segunda-feira (19/9), quando os agentes prometem paralisar as atividades até que a situação seja negociada.
 
No total, 1600 agentes de saúde atuam nos serviços primários, principalmente no combate a dengue. 


FONTE: Correio Braziliense.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

A COMPANHEIRA ACS VERÔNICA AGORA FAZ PARTE DO SINDACSPA-PE.

                                                              



Para quem conheceu a seriedade e o bom desempenho de Verônica na diretoria da Associação dos Agentes de Saúde, temos a notícia que ela está de volta a luta. Só que desta vez no SINDACSPA-PE. 
Verônica, vem para agregar valores e dar mais qualidade ao grupo que já é qualificado. 
No Sindicato dos Agentes de Saúde de Paulista (SINDACSPA-PE), há espaço para todas aquelas pessoas  que vêm somar. 
Todos que têm idéias inovadoras visando o bem comum da categoria,são bem vindos. 

A administração é diferenciada, pois tem um plano de gestão compartilhado e adequado as novas tendências do sindicalismo. Bem distante da centralização do poder. Por isto, há espaço para todos os companheiros, mesmo os de tendência diferente. Afinal, somos Agentes Comunitários de Saúde de Paulista, e o  lugar do ACS  é no SINDACSPA-PE.
FONTE:  A VOZ DO ACS DE PAULISTA-PE

3º Encontro de Agentes de Saúde.

Os Agentes de Saúde de Tramandaí-RS,  participarão do 3º Encontro de Agentes Comunitários de Saúde, a ser realizado na Associação dos Funcionários Municipais de Tramandaí, na tarde do dia 4 de outubro de 2011.

O encontro que acontece anualmente no mês de outubro é uma iniciativa dos agentes que participaram em 2009 do 1º Encontro realizado pelas agentes da USF do bairro Cruzeiro do Sul e do 2º Encontro que foi realizado pelas agentes da USF do bairro Tiroleza.

O objetivo é promover a integração entre os profissionais que atuam em diversos bairros da cidade. Neste ano o encontro esta sendo organizado pelas agentes, Clarissa, Eliane, Flávio, Gisele, Gislaine Fagundes, Gislaine Lopes, Paulo, Marisa, Romilda, Tânia, Carlos, Simone, Elissandra e Pátrícia da equipe do PACS do bairro São Francisco de Assis e que tem a coordenação da enfermeira Fernanda Lima.

 
 
FONTE:   Litoral Mania

Prefeitos estão em Brasília em Mobilização para Aprovação da Emenda 29.

Milhares de Prefeitos estão em Brasília nesta terça e quarta-feira (13 e 14) em mobilização liderada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), com apoio das entidades estaduais e regionais municipalistas.

O objetivo é pressionar o Congresso Nacional para a pauta de reivindicação, principalmente em relação aos royalties de petróleo da camada pré-sal, a regulamentação da Saúde – Emenda Constitucional 29 – e a apreciação do Veto 23/2009, que prevê o encontro de contas dos débitos e créditos dos Municípios com a Receita Federal e o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).

Na abertura dos trabalhos, a CNM irá apresentar um bolo de 2×1 metros, representando os onze anos de espera da Emenda 29.


FONTE: Blog Metrópole.

Agentes de Saúde sofrem ameaças de exoneração.

 
A perseguição aos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) de Campina Grande-PB parece não ter limites. Depois de no início do ano de 2011 a administração dos postos de Saúde da Família pressionar os servidores por conta da avaliação pessoal do trabalho do agente na comunidade, agora muitos sevidores estão sofrendo ameaças de serem até exonerados do cargo sem respaldo legal. A direção do SINTAB (Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste da Borborema) recebeu várias denúncias acerca das análises equivocadas sobre o trabalho dos agentes de saúde, somada a ameaças de exoneração do cargo.

Segundo os próprios servidores, mesmo sem ter registrada nenhuma falta ao dia de trabalho, e a entrega de todas as fichas de atendimentos das famílias assistidas pelos agentes, os diretores dos postos avaliaram o trabalho de vários servidores bem abaixo da média, no que se refere ao trabalho desenvolvido nas comunidades, o que sob a óptica administrativa pode causar na demissão do trabalhador.
 
As notas baixas estão sendo um reflexo de perseguição, já que os principais trabalhadores afetados são os que participam dos movimentos da categoria, que lutam pelo pagamento do piso da categoria e reivindicam melhores condições de trabalho.
Para o presidente do SINTAB, Napoleão Maracajá, sobra arrogância dos responsáveis pela administração do atendimento referente à Saúde de Campina, e falta compromisso. Se não bastasse o cenário caótico que vive a atenção básica no município, os trabalhadores ainda são vitimas de práticas caducas que apenas denigre o serviço público. “Falta respeito com o trabalhador de Campina Grande, ao mesmo tempo em que sobram ameaças de pessoas que deviam estar mais preocupadas com a falta de atendimento e condições de trabalho do posto de saúde, e que produzem inverdades. Nós queremos dar um basta nessas perseguições e passar a tratar a Saúde como ela merece”, afirmou Maracajá.
 
 
FONTE: Da Redação com Ascom

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Aula inaugural do Curso Técnico para Agentes Comunitários de Saúde.

O Prefeito do Recife-PE, João da Costa, participa, nesta segunda-feira (12), a partir das 14h, da aula inaugural do Curso de Formação Técnica de Agentes Comunitários de Saúde.

A realização é da Secretaria de Saúde do Recife, por meio da diretoria Geral de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde e diretoria Geral de Atenção à Saúde.

O encontro acontecerá no Centro de Convenções e deverá reunir todos os Agentes de Saúde do Município, um universo de 1.600 profissionais. O evento contará com a presença do secretário de Saúde do Recife, Gustavo Couto; e do assessor executivo da pasta, Tiago Feitosa, além de diretores e gerentes da secretaria.

O curso será realizado em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde (Escola de Saúde Pública de Pernambuco) e com a Universidade de Pernambuco (Faculdade de Enfermagem Nossa Senhora das Graças). A Secretaria de Saúde do Recife contou também com a participação dos trabalhadores, através de sua entidade representativa: SINDACS-PE, no processo de construção do curso.

De acordo com os organizadores do curso espera-se que os profissionais desenvolvam competências sobre aspectos teórico-práticos relativos à atenção básica e suas interfaces de atuação, proporcionando conhecimento reflexivo e crítico para atuação neste campo.

As aulas terão a duração de nove meses e serão dadas pelos profissionais da rede municipal. Nelas, os novos técnicos aprenderão analisar criticamente a realidade de sua comunidade, compreendendo sua dinâmica social e histórica; desenvolverão estratégias que potencializem a relação entre sua prática e a mobilização pela garantia do direito à saúde, com articulação entre as políticas públicas e as necessidades reais da população; participarão do controle social, contribuindo com ações que promovam a participação da população nos espaços de organização política; irão gerenciar de forma qualificada seu processo de trabalho; realizar escuta qualificada das necessidades de cuidado dos sujeitos e coletivos; realizar planejamento e avaliação das ações em conjunto com a equipe de saúde da família; participar ativamente do acolhimento dos usuários do serviço, qualificando o acesso ao cuidado; elaborar e operacionalizar, em conjunto com equipe de Saúde da Família, e equipe de referência, projetos terapêuticos singulares; realizar visita domiciliar, identificando riscos potenciais à saúde das famílias de sua área, atuando junto à equipe, e outros setores, de modo a intervir sobre estes, entre outras atribuições.

A grade curricular será bastante extensa e rica em conteúdo. Abordará desde a Reforma Sanitária Brasileira e Políticas Públicas em Saúde, até o modelo de Atenção e gestão à Saúde de Recife e seus dispositivos: Acolhimento; Projeto Terapêutico Singular; clinica ampliada/matriciamento e co-gestão, passando ainda pelo papel social do ACS junto às comunidades do Recife: caminhos históricos percorridos e situação atual da profissão.

O curso – As aulas transcorrerão no horário de expediente das equipes, sendo necessário que o estudante dedique 8 horas semanais para as aulas presenciais, que serão distribuídas em dois turnos à tarde.

O curso contará também com a realização de carga-horária complementar a partir de oficinas vivenciais. As turmas serão divididas por Distrito Sanitário, sendo compostas por aproximadamente 30 estudantes por docente. Cada docente será responsável pelo acompanhamento integral dos estudantes do início ao final do curso.


FONTE:  BLOG DE JAMILDO

Amor ao próximo move Agentes de Saúde.

 

Maíra Sanches
Do Diário do Grande ABC


O salário, para alguns, é simbólico. Para outros, necessidade. Aposentados, donas de casa, ex-cabeleireiros, secretários ou esportistas.

Os agentes comunitários de saúde representam o elo com a assistência médica gratuita do bairro, oferecida na Unidade de Saúde da Família. Eles precisam ter segundo grau completo, residir no bairro e ser maior de idade.


Na prática, o papel do agente vai muito além de promover a saúde da população. Tornam-se confidentes, compartilham perdas e alegrias e muitas vezes, abdicam de estar com sua própria família para ajudar outras, incansavelmente, debaixo de sol ou chuva.

Muitas vezes o interesse pela profissão, que foi regulamentada em 2002, acontece motivado pelos laços estreitos entre agente e comunidade. Conhecer minimamente os moradores passa a ser fundamental, já que o sucesso das abordagens depende da relação de confiança. Embora seja mais difícil, há quem ofereça resistência em aceitar ajuda.


Em suas pesadas bolsas à tiracolo carregam, entre outras coisas, o importante dever de identificar situações de risco, pacientes que necessitam de medicações, orientar sobre prevenção de doenças, realizar mapeamento das famílias de sua micro área e verificar a necessidade da visita do médico generalista do Programa Saúde da Família.

Segundo o Ministério da Saúde, entram na lista de prioridades gestantes, crianças, idosos, doentes crônicos, hipertensos e diabéticos, além de pessoas com transtornos mentais.


O Diário acompanhou o trabalho de três agentes de saúde da região. João Batista da Silva, 61 anos, foi inspetor de qualidade de multinacional por anos. Em 2007, resolveu se inscrever no programa e foi selecionado para trabalhar na USF da Vila Valparaíso, em Santo André. Hoje é o agente com maior número de famílias cadastradas da unidade: 239. Por dia ele visita de 10 a 15 casas. De sua área, apenas em duas nunca conseguiu contato. São até cinco quilômetros de caminhada por dia. A garrafa de água é dispensável apenas por um motivo. "Dá vontade de ir ao banheiro", brinca.


Ativo, ainda dá aulas de capoeira para crianças no Parque Escola. "Se parar eu travo. Não tenho paciência para ficar em casa." Silva sempre foi íntimo de sua comunidade por realizar atividades na igreja vizinha ao bairro. "Já fazia quase o mesmo trabalho de graça. Ganhando é melhor ainda. Não sobrevivo do salário de agente. Trabalho por prazer", disse, entre um aceno e outro, dividindo atenções com os moradores.

Depois de anotar em seu caderno os detalhes de cada visita, os profissionais do posto e agentes discutem em reuniões quinzenais a necessidade de visita domiciliar do médico da unidade. Os casos mais delicados exigem acompanhamento semanal.

Pacientes valorizam trabalho realizado 

Maria Lúcia Pupo, 53 anos, é agente de saúde há dois anos e quatro meses na mesma unidade de Santo André, na Vila Valparaíso. Ainda jovem, fez curso de instrumentação cirúrgica, mas depois mudou de ramo e atuou como analista de crédito. Hoje, é responsável por monitorar a saúde de 209 famílias, cujas informações constam no caderno levado em punho oito horas por dia.

Uma das casas é a de Maria Angela Glingani, 59. Seu marido, que tem 62 anos, vive há 17 com a doença de huntington, raro distúrbio neurológico e degenerativo que compromete movimentos e habilidades mentais. Sem o acompanhamento da agente e do posto de saúde, a dona de casa confessa que seria ainda mais difícil lidar com a doença.

"É um anjo que caiu do céu. Somos super bem cuidados e é tudo de imediato. Tudo que preciso para ele, peço a ela." As medicações, que são controladas, necessitam ser monitoradas semanalmente. No fim da visita, Maria Angela pergunta sobre os remédios que controlam sua pressão. Para ela, a agente é praticamente integrante da família.

É comum existir cobranças quando aumenta o espaço entre uma visita e outra. O assédio, às vezes, resulta em falta de privacidade, o que não chega a ser problema. "Um dia fui fazer a unha e logo veio uma paciente dizer que seu remédio tinha acabado. É normal encontrar pela rua ou no mercado. Sempre digo: segunda-feira eu retorno. Não posso deixar de atender. Estamos sempre dispostos a ajudar", disse Maria Lúcia.

Dos pacientes cadastrados pela agente, pelo menos 70% são idosos, cinco são gestantes, três estão acamados e quatro debilitados. "Eles precisam de atenção e nós precisamos ter amor ao próximo", recomendou.

Busca por salário se tornou grata descoberta 

Foi na dificuldade que a dona de casa Marilza Ferreira, 51 anos, do Jardim das Nações, em Diadema, descobriu a profissão de agente de saúde.

Quando atravessou uma crise financeira na família, há quase dez anos, viu na carreira a possibilidade de desafogar o orçamento da família, comprometido após o marido e o filho perderem seus empregos.

Aos poucos Marilza identificou-se com função e hoje acumula visita em 247 casas do bairro onde cresceu.

As diferenças sociais entre as cidades são traduzidas em números. Enquanto a agente que atua no bairro de classe média em Santo André atende cinco grávidas, Marilza é responsável por monitorar as necessidades básicas de 30 gestantes. "E a maioria é de meninas."

Anos depois, mesmo com a crise superada, não abandonou a função. "Minha família até pediu, mas não quis parar. É gratificante e aprendemos a dar valor à vida. Vemos muitas pessoas doentes."

A praticidade também atraiu a ex-dona de casa, que não depende de transporte público e trabalha perto de casa. 

PERDAS
Saber lidar com a morte também é quase obrigação para os agentes. Na Vila Valparaíso, em Santo André, nove pessoas morreram nos últimos sete meses. Naturalmente, são presenças frequentes em velórios. "Há apego e desgaste emocional. Sofremos com a família", contou Maria Lúcia.

Cada agente é responsável por atender até 750 pessoas. No Grande ABC, com exceção de Rio Grande da Serra, são 2.259 profissionais.

Hoje o Programa de Saúde da Família atende a 44% da população do Grande ABC, o que representa 1,1 milhão de pessoas.

Cada equipe de Saúde da Família, que atende área de até 4.000 pessoas do bairro, é composta por um clínico-geral, enfermeiro, auxiliar de enfermagem e até 12 agentes comunitários.

Quem não recebe assistência em casa, pode solicitar a inclusão no programa na unidade mais próxima.


FONTE: DIÁRIO DO GRANDE ABC.

sábado, 10 de setembro de 2011

Agentes de Saúde, encenam peça de teatro sobre a dengue e preservação ambiental.

Agentes comunitários e agentes de endemias, juntamente com a cooperr e participação do enfermeiro Zé Rodrigues do PSF da pedra grande, realizaram nesta quinta 05/05, na Escola Elizabeth Vasconcelos Gama, uma palestra com apresentações teatrais sobre a dengue e o lixo, mais de 100 crianças, professores e comunidade puderam ver esta bela apresentação, com o tema“A batalha contra dengue”.

Os agentes têm usado o teatro, por ser um meio de linguagem universal. A idéia de levar a saúde para todos e em todos os aspectos, através de peças teatrais, onde o lúdico e o real interagem com o público, visando alcançar a saúde e qualidade de vida, tem sido um sucesso. Como podemos observar as crianças ficam encantadas com as apresentações.

O Projeto de educação e saúde, criado pela secretaria municipal de saúde de Morro do Chapéu-BA, tem por objetivo de conscientizar a comunidade sobre a importância da prevenção.

Segundo Cesar, agente de saúde e presidente da Cooperr, a atuação deve ser constante no dia a dia em nossas casas tomando os devidos cuidados básicos para acabar com os focos do mosquito.

Tapando as caixas d`água, separando as garrafas plásticas latas velhas, não deixar pneus velhos nos quintais, ou quaisquer outros vasilhames que venham acumular água, pois sabemos que água limpa e parada é o essencial para o mosquito se desenvolver.

“Lembre-se acabar com o mosquito da dengue é dever de todos nós faça você também a sua parte. Estamos fazendo a nossa”, conclui.